BLOG

  • Casa de Anne Frank pode ser visitada em tour online

    By on 14 de junho de 2019

    Na última quarta-feira a escritora Anne Frank completaria 90 anos. Em comemoração à data, a fundação Anne Frank em parceria com o @googleartsculture, lançou uma exposição online que traz cinco imagens internas da casa da família de Anne. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    O tour virtual conta com registros em 360º graus, que permitem que o público veja todos os cômodos da casa em Amsterdã. No tour também é possível ver textos que contam mais sobre a jornada da autora e documentos raros, incluindo o único registro em vídeo da adolescente alemã.

    Desde 2005 o espaço que foi revitalizado para a decoração original da década de 1930, vem sendo usado pela Fundação Holandesa de Literatura e serve de residência para escritores que não têm liberdade para escrever e trabalhar em seus países e origem. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    Para fazer o tour, é só baixar o app gratuito do Google Arts & Culture. 

    Leia mais
    A Moda da Casa
  • França proíbe a destruição de estoque parado

    By on 10 de junho de 2019

    O governo francês anunciou na última semana que vai proibir a destruição de produtos que não tenham sido vendidos, prática essa que marcas importantes como a Burberry já haviam sido criticadas por fazer. Na ocasião, a marca inglesa revelou incinerar o equivalente a 28 milhões de libras em produtos. O primeiro-ministro disse que essa proibição entrará em vigor nos próximos quatro anos e se aplicará a roupas, eletrodomésticos, produtos de higiene e cosméticos.

    Segundo o governo, mais de 650 milhões de euros em novos produtos são jogados fora ou destruídos na França – cinco vezes mais do que o número de doações feitas. A medida iria obrigar as marcas a reciclar ou reutilizar o que seria descartado.

    Em um momento que falamos tanto sobre sustentabilidade, práticas como essa que existem só para uma manutenção de consumo e para produzir sempre mais e mais, tornam a proibição uma medida urgente! Esperamos ver mais países aderindo a ela.
    Imagem: Fashion Revolution

    Leia mais
    A Moda da Casa
  • Movimento Ecoera lança plataforma para discutir sobre a crise hídrica na moda

    By on 5 de junho de 2019

    A semana do Meio Ambiente está chegando ao final e é importante falar como a cadeia da moda é uma das indústrias que mais explora recursos e polui nosso planeta. Por isso, o movimento @portalecoera lançou a plataforma Moda Pela Água, uma iniciativa que visa reunir empresas, consumidores, ongs e o governo, para conversar, compartilhar propostas e encontrar soluções para a crise hídrica que vivemos hoje.
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    A plataforma que já conta com 9 empresas cadastradas, entre elas a @adorofarm@soudealgodao@vicunhatextil e @voudemarisa, desenvolveu por meio de pesquisas e de um longo trabalho ao lado de empresas especializadas, uma forma de medir o consumo médio de água na produção de uma calça jeans no Brasil. Até então os valores eram baseados no modelo Levi’s que não levava em consideração a nossa bacia hídrica.
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    A Vicunha foi a primeira a abrir sua cadeia para calcular sua pegada. O resultado? Para fazer uma calça jeans são gastos 5.196 litros de água, levando em consideração desde o plantio dos insumos até a chegada nas lojas. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    Para a @soudealgodao, a sustentabilidade já faz diferença dentro de cada fazenda de Algodão, eles vem ressignificando a pluma do Brasil – conhecida mundialmente como sustentável – e divulgando o selo, para esclarecer e enfatizar as vantagens do uso da matéria-prima.

    No perfil da plataforma @amodapelaagua é possível saber mais informações sobre o projeto e sobre como se tornar um Guardião.

    Leia mais
    A Moda da Casa
  • Youtube muda a forma de mostrar o número de inscritos do canal

    By on 3 de junho de 2019

    @youtube é a mais nova rede social a modificar a maneira que apresenta os números de seus usuários. A mudança, que ainda está em teste, exibirá a quantidade de inscritos do canal de forma aproximada e não mais exata. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    A plataforma de vídeos afirma que a novidade foi criada para trazer maior consistência na visualização do número de inscritos, já que alguns dispositivos já exibem o número de forma arredondada. Dessa forma, apenas os donos do canal terão acesso aos números reais. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    Os mais afetados por essa mudança serão os sites que analisam esses dados, como o Social Blade que divulgam até a rentabilidade do canal baseado no número de inscritos. No próprio youtube já existem canais criados para transmitir ao vivo as análises da ferramenta e em momentos de “polêmicas” mostram a velocidade que os youtubers ganham e perdem seguidores. ⠀

    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    Diferente do instagram, que divulgou que irá ocultar totalmente o número dos likes, a mudança do youtube não deve afetar de forma tão direta a relação de marcas com os influencers, já que a aproximação dos números não será tão distante, exemplificando, caso você tenha 123,789 inscritos, aparecerá como 123k.

    Leia mais
    A Moda da Casa
  • Líderes da França e da Nova Zelândia se unem com redes sociais para frear a disseminação do discurso de ódio

    By on 31 de maio de 2019

    O discurso de ódio tem sido uma grande questão nas redes sociais, por causa disso os líderes da França e da Nova Zelândia se uniram ao @facebook@twitter e a Alphabet – que controla o @google e o @youtube – para tentar frear a disseminação desse conteúdo na internet. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    Em uma reunião, que aconteceu na última quarta-feira, os representantes das redes sociais assumiram o compromisso de usar os algoritmos e suas ferramentas para impedir os uploads e compartilhamentos desse tipo de conteúdo.

    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    A iniciativa surgiu depois do tiroteio que aconteceu em 15 de março em uma mesquita na Nova Zelândia. O atentado, que foi transmitido ao vivo, demorou para ser removido das redes, o que possibilitou sua propagação. Vale lembrar que o autor, um extremista de direita, já havia postado manifestos racistas na internet e seu conteúdo não havia sido censurado. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    Esperamos que com esse apelo, o impacto e a propagação desse tipo de conteúdo desprezível seja cada dia menor!

    Leia mais
    A Moda da Casa
  • Rihanna lança marca de roupas com o grupo LVMH

    By on 31 de maio de 2019

    A marca de roupas da @badgalriri, a @fenty, que faz parte do grupo @lvmh – donos da @dior e @givenchyofficial – já chega rompendo padrões! A grife é emblemática para a indústria de luxo e também para a holding, já que a artista é a primeira mulher a criar uma marca original para o grupo e também a primeira negra entre os líderes das marcas do conglomerado! ✊🏾 ⠀

    Em uma entrevista ao @nytimes, quando questionada como pretende abrir portas para outras mulheres negras, Rihanna respondeu que quer estabelecer a Fenty como um hub criativo. Por isso, está sempre pesquisando novos talentos que estão se formando e dando novas oportunidades para esses estudantes. 

    Falando de inclusão, vale lembrar que a linha de beleza é conhecida por seus mais de 40 tons de base! E em dados fornecidos pela Slice Intelligence, negros, latinos e asiáticos representam a maior parte dos consumidores da @fentybeauty. Além disso, na linha de lingerie, suas modelagens e campanhas também são voltadas para diversidade.

    Leia mais
    A Moda da Casa